Miguel de Cervantes

1 post

O verdadeiro amor…

O verdadeiro amor não se divide e há de ser voluntário e não forçado. — Miguel de Cervantes