Não há descrição…

Não há descrição para o que ele é… — O Silêncio dos Inocentes